quarta-feira, 20 de fevereiro de 2008

Carolino Tapadejo na EOI de Mérida

No próximo dia 21 de Fevereiro, quinta-feira, pelas 19h00, teremos a visita de Carolino Tapadejo. Emblemática figura castelovidense e ex-presidente da Câmara Municipal, é actualmente o provedor da Santa Casa da Misericórdia de Castelo de Vide. Trataremos o tema das relações transfronteiriças e ficaremos também a conhecer melhor o Norte Alentejano. O encontro, a não perder, terá lugar no salão nobre da escola.

5 comentários:

Luisinha disse...

Sinto muito, mas não pude ir à conferência. Já me disseram que foi um sucesso. Parabéns!!

María Bravo disse...

Gostei muito das conferências, especialmente da exposição do Carolino. Encontrei as histórias que ele contou muito interessantes. Se calhar, não falou muito das relações transfronteiriças de hoje em dia (teria gostado que ele tivesse falado das iniciativas nas quais estão a trabalhar), mas gostei imenso das histórias do contrabando e também da lição de História das povoações judaicas. Esteve mesmo interessante, e qualquer dos temas dava para falar horas a fio.

Coral disse...

O rato roeu a roda do Rei de Roma...
Mesmo (O Carolino) oferecia-nos uma conferência em trava-línguas...
Bem-bom falador, apaixonado e emocional, desfruta com as palavras.Comunicador natural.
Há quem diga que "político falador" é pleonasmo...
Bravo pelo Carolino!

coral disse...

Olá J.Ignacio:
Espero que esses pequenos incómodos primaverais tenham desaparecido.

Contudo cá va uma pequena técnica para aplicares quando for necessário. Considero-a uma actividade de prevenção do stress.
Reduz o risco de propagação, portanto é de interesse público:

Encontre um local na casa onde não possa ser incomodada(o). Sente-se ( o deite-se) confortavelmente. Coloque a língua no céu da boca, faça uma respiração abdominal, procurando encher completamente a barriga e os pulmões. Inspire pelas narinas e solte o ar pelos lábios entreabertos. Vá aumentando a intensidade respiratória por pelo menos 6 vezes, mantendo a respiração constante e solte-se.
Quando se sentir inteiramente relaxado/a , conceda-se espaço e permissão para abrir-se à dor.
Visualize em seu corpo o lugar onde você está retendo sua dor. A maioria das vezes é nos pulmões, mas pode ser também na barriga, no ventre, na cabeça . Se você conseguir e souber visualizar uma forma, mesmo uma cor para ela , deixe que a imagem venha.
A maioria das vezes a dor já desapareceu!

Eu experimentei e foncionou!
Que o bem-estar esteja contigo!

José Ignacio disse...

Obrigadíssimo, Coral!!
Não sei se fiz tudo como devia, mas tentei seguir o teu conselho e foi remédio santo.
Um abraço cheio de bem-estar! ;-)