sábado, 29 de dezembro de 2007

Mais Natal...

Era uma vez, lá na Judeia, um rei,
Feio bicho, de resto:
Uma cara de burro sem cabresto
E duas grandes tranças.

A gente olhava, reparava e via
Que naquela figura não havia
Olhos de quem gosta de crianças.

E, na verdade, assim acontecia,
Porque um dia
O malvado
Só por ter o poder de quem é rei
Por não ter coração,
Sem mais nem menos,
Mandou matar quantos eram pequenos
Nas cidades e aldeias da Nação.

Mas
Por acaso ou milagre, aconteceu
Que, num burrinho,pela areia fora,
Fugiu
Daquelas mãos de sangue um pequenino.

Que o vivo sol da vida acarinhou
E bastou
Esse palmo de sonho
Para encher este mundo de alegria;
Para crescer, ser Deus;
E meter no inferno o tal das tranças,
Só porque ele não gostava de crianças.

Miguel Torga
(Diário-Poesias)
Coimbra, 12 de Outubro de 1937

A propósito de Miguel Torga, visitem A Voz do Chão. Vale a pena.


...E para acabar o Natal, as esperadas fotografias da grande festa da nossa EOI. Obrigado à Mariló, à Ana e ao José Manuel por terem partilhado connosco os seus dotes culinários, e ao Jesús pela sua selecção ibérica (Iberselec).

2 comentários:

Albertino disse...

Meu amigo José.
Pela primeira vez entro no vosso blog. Sinto-me muito feliz por ver que afinal Portugal e Espanha têm tanto em comum e que em nada têm que ser opositores mas Nações que muito podem e devem fazer para construir uma sociedade mais humana neste tempo hodierno.
Urge entender e respeitar mais os pontos que nos unem e nem tanto os que nos possam separar.
A ti, meu querido amigo, e a todos os alunos e demais visitantes deste espaço, de Lisboa, quero enviar os parabésn e desejar que este tempo de Natal seja de paz.
Com o novo ano no umbral da nossa vida desejo também os maiores êxitos para toda a vossa comunidade educativa.
Com votos de paz e bem!
Albert.

juanlusz disse...

Olá malta, tudo bem? Feliz 2008! Belas fotografias da festa, JIG.
Até breve.