terça-feira, 11 de dezembro de 2007

Lígia Borges na EOI de Mérida



No próximo dia 13 de Dezembro, quinta-feira, pelas 19h00 teremos a visita de Lígia Borges, directora do Centro de Língua Portuguesa do Instituto Camões em Cáceres.
Com ela aprenderemos muitas coisas sobre as tradições portuguesas desta quadra natalícia. Portanto, não devem perder este encontro, que deixará decerto saudades entre nós.

7 comentários:

Anselmo Carvajal disse...

Gostei do encontro com Lígia Borges. Muito comunicativa e simpática.Fiquei contente, com o ensino de algumas tradições, por exemplo, que o bacalhau cozido com batatas também cozidas são imprescindíveis na consoada. Tambén, como na Espanha, na noite de passagem de ano, uma uva, uma badalada, um desejo, embora seja difícil. Árvores do Natal, presépios, vilancicos, janeiras(cantos populares que se estendem desde o primerio dia do ano novo até o dia dos Reis) além disso, Lígia, falou da iluminação nas cidades e aldeias, e, que apesar do frio, gostava de dar passeios para dar uma vista de olhos a estes enfeites parecidos aos de Espanha. Muitas coisas mais, grande variedade de doces , bolos- reis, rabanadas(fatias de pão embebida em leite, passada no ovo, frita e servida com açúcar e canela) fizeram-me crescer água na boca. Em resumo, um encontro muito agradável.

boralá disse...

Já anunciámos os vencedores do Nobel de Poesia Gastronómica em PLE...

Querem saber quem ganhou??? APareçam no "Falar pelos Cotovelos"... é já ao viram do blogue :)

encarna1961@hotmail.com disse...

Falava com tánto entusiasmo das tradiçoes,que tente por um moménto contagiar-me da alegria que transmitia mas.....Chegam a ser tam tristes as festas de Natal cuando já nao é uma pessoa querida.Que as saudades sao de dor no coraçao.

Anónimo disse...

também gostei imenso do encontro com a Lígia Borges (muitas curiosidades). do que mais gosto da celebração natalícia é da iluminação das ruas e aconselho visitar a cidade de Elvas que embora fique muito perto de Badajoz para mim tem sido uma cidade esquecida e descoberta por não há muito tempo. gostei da sua iluminação muito mais que da mesma cá em Mérida.tem de ir e ver. também visitei o museu da fotografia único na península.
Rebeca

Anónimo disse...

não conheço a Encarna, mas qualquer um é livre de se sentir nestas festas como senta.eu as vezes também acho que é como uma obrigação o sentimento de felicidade. gostaria de me poder sentir sempre assim como agora (feliz)mas posso tentar compreender as tuas palavras. muito ánimo
Rebeca

guadalupe disse...

Passei uma hora muito agradavel com Ligia Borges.Rememorei as festas que nós passamos lá.Eu gosto inmenso de Portugal e tenho muitos bons amigos.

Anónimo disse...

Gostei imenso do encontro que tivemos com a Lígia Borge. Tive imensas saudades dos anos que vivi em Lsboa quando começou a falar das festas de Natal. Já agora posso dizer que este alo tive a oportunidade de visitar Lisboa há umas semanas e a cidade esta muito bonita. FELIZ NATAL.
RAQUEL GÓMEZ.